5 de setembro de 2008

MP4/4

O Gomes comentou que o Rubinho deve rezar por uma chuva pra não andar atrás até da Force India (a Minardi dos novos tempos). E completou: "é inacreditável o que se passa com a Honda. Quando vejo esse carro aí embaixo, não consigo acreditar que as carroças de Barrichello e Button tenham o mesmo DNA."


Qual era o carro?


O McLaren Honda MP4/4.


Esse aqui, ó:



Não sei se são os 2 litros de cerveja já na cabeça, ou alguma outra coisa, mas me deu uma baita vontade de chorar quando eu vi aquele McLaren Mp4/4 número 12 com aquele capacete amarelo-espanto enfiado nele, no blog do Gomes. Sei lá, vai saber, devem ser as reminiscências da infância, da aventura de ficar acordado direto até as duas da manhã pra ver a decisão do título, e o cara ficar ali parado na pole quando precisava ganhar, ir lá pro fundão, e ir passando todo mundo, até encostar naquele outro cara, o outro grande cara, com o mesmo carro que ele e deixá-lo comendo poeira no meio da garoa, e aquela voz do Galvão que emocionava os que restavam desemocionados, meu deus, meu deus, isso tudo aí vai fazer 20 anos em outubro, quando faço 28 anos, e olha só, foi nessa corrida que o cara viu Deus, com maiúscula pra ele, lógico, ele viu Deus lá no céu, ele viu, dentro desse carro, na última volta, e eu tinha 8 anos, e lembro da minha mãe e meu pai vibrando também porque aquele rapaz tinha conseguido o que queria, meu deus, que vontade de chorar...

O MP4/4 é o carro.

Um comentário:

Désir La Vie disse...

E eu achando que MP4 era aquele aparelhinho que reproduz som e imagem...

Criamos símbolos em coisas diversas e engraçadas. Mas é assim que funciona. Eu, por exemplo, como você bem sabe, não posso ouvir o Adagio de Albinoni, senão caio em prantos...

De onde você vem?