10 de agosto de 2009

Sail to the moon


I sucked the moon
I spoke too soon
And how much did it cost?
I was dropped from
Moonbeams
And sailed on shooting stars

Maybe you'll
Be president
But know right from wrong
Or in the flood
You'll build an ark

And sail us to the moon
Sail us to the moon
Sail us to the moon

_________________


O nome do meu avô paterno era Haraldo Sergio Albergaria Pereira. Depois que o senhor Haraldo decidiu superar a perda trágica da mulher e da criança ainda em gestação, casou-se novamente e teve mais quatro filhos, além dos três do primeiro casamento. O mais novo é tão novo que foi, na minha infância, a figura de um irmão um pouco mais velho e não a do um tio, que é o que ele é. Depois a vida se encarregou de jogar as "duas famílias" cada uma prum canto. Não sei exatamente o porquê. E descobri agora que meu tio Nê, que carrega o nome do meu vô, fotografa como poucos. Ele gosta de fotografar a Lua e, como eu, estou certo que sente um claro fascínio pelas coisas que envolvem o espaço. A belíssima fotografia acima é dele, claro.

2 comentários:

Désir La Vie disse...

realmente, as fotos dele estão belíssimas.

Nê disse...

Obrigado! Fico feliz que vocês tenham gostado das minhas fotos!

Legal a descrição que você fez das "nossas famílias" Danilo... Sempre achei isso meio doido. Conto para os meus amigos que tenho duas sobrinhas mais velhas que eu (isto é, já nasci tio!) e um sobrinho quase da minha idade e ninguém acredita! O mais engraçado foi quando eu percebi que já era tio-avô aos 30 anos de idade! :-)

De onde você vem?