7 de agosto de 2009

Tudo certo com o Kepler

O telescópio espacial Kepler, cujo objetivo é caçar planetas extrasolares rochosos, deu uma amostra de suas capacidades, hoje. Para testá-las, o pessoal da NASA examinou um exoplaneta já conhecido, HAT-P-7b, um “Júpiter quente”. A órbita desse gigante gasoso é tão próxima ao seu sol, que leva apenas 2,2 dias para ser completada. O Kepler conseguiu distinguir algumas coisas sobre a atmosfera do planeta, inclusive sua temperatura diurna: 2377 ºC. Segundo a NASA, essa descoberta “demonstra que Kepler tem a precisão para descobrir planetas do tamanho da Terra”.

Começou a era da caça às outras Terras.

3 comentários:

Sasqua disse...

Já imaginou se o Sagan estivesse vivo para ver um negócio desses?

Fabricio disse...

minha nossa senhora, acredite ou não esse é o meu sonho faz um bom tempo, descobrir planetas igual ou semelhantes ao nosso...não paro de pensar nessas coisas do espaço e da ciência 1 minuto sequer do meu dia.

Danilo Albergaria disse...

Sério, Bri? Quer terminar de ler o Pálido Ponto Azul? Já usei o livro. Te empresto de novo.

Sasqua, ele não está vivo pra ver isso, mas imaginou em vida coisas muito mais fantásticas do que essas prováveis descobertas, não é?

De onde você vem?