6 de outubro de 2007

27 (quase 1)

Clique na imagem para ampliá-la.
Nós somos o pálido ponto azul à esquerda, entre os anéis.



27 anos terrestres. 27 voltas ao redor do Sol, a bordo desse pontinho flagrado pela Cassini à esquerda de Saturno.

27 é apenas um número, e 27 anos, uma representação. As representações têm impacto sobre o real: sinto a pressão do número para me vestir com a roupa da maturidade. Isso, é claro, parte do ponto de vista terrestre. Porque, a olhos saturnianos, ainda não completei um mísero ano. Minha existência só vai equivaler a uma revolução saturniana quando atingir meus 29 anos e meio.

Sou um bebê. Aliás, bebês somos todos nós. O resto é farsa.

2 comentários:

Sasqua disse...

Quase lá heim, Sherpa! Quase um ano saturniano.
É você finalmente me alcançou. Mas por pouco tempo.

Parabéns, meus e da Renata pra você!

Dá uma passada lá no meu blog depois...!

"Uta", como diz o Saulo!

Juliano disse...

Parabens!!!!!

De onde você vem?