4 de julho de 2007

Mars Volta

Vira e mexe, Marte volta a este blog. Mas hoje é a pedidos de um leitor ilustre.

A seguir, imagens do solo marciano em cor "quase" real, na denominação da NASA. Tudo bem, uma fotografia é sempre "quase" real. Os créditos das imagens vão para a dupla sertaneja Spirit & Opportunity, como sempre. Ambos estão, neste momento, passando as agruras de uma mega-tempestade de areia, o que é mais ou menos comum em Marte. Eles literalmente precisam do sol para viver, mas a tempestade impede que a luz solar chegue adequadamente a seus painéis de captação. É como ficar dias sem comer, pelo jeito.

Clique nas imagens para ampliá-las.



As marcas redondas não foram feitas por marcianos, mas pelo equipamento de abrasão do Spirit. Sim, ele examina o interior das rochas marcianas e já achou coisas muito interessantes sobre isso...



Essa rocha estranha ficou conhecida pelo pessoal da NASA como "Mazatzal". Esse nome esquisito é o mesmo das formações rochosas de 1.2 bilhões de anos presentes em Four Peaks, no Arizona. Agora, se você me perguntar mais um "por que?", eu não vou saber responder. O que eu sei é que o Spirit usou sua parafernalha para revelar o interior dessa rocha. Exames preliminares dos resultados indicam que algum tipo de fluido (alguém disse água?) esteve presente durante a formação de Mazatzal.



Uma das imagens mais interessantes para os não-cientistas: o envólucro em que o Opportunity desceu ao solo marciano. À frente, lê-se "JPL", que é a sigla para Jet Propulsion Laboratory, da NASA.



Aqui, dunas no solo da cratera Endurance. As formações flagradas pelo Opportunity têm menos de 1 metro de altura. Belíssimo!


E por fim, a primeira foto da Terra vista de Marte, tirada pelo aventureiro Spirit. Como está sem cores, a Terra não passa aqui de um pálido ponto... branco. Clique para ampliar.


3 comentários:

MO disse...

Achei muito interessante. Tem uma foto onde parece que alguém desenhou na areia. Legal!

Sasqua disse...

Caceta, Sherpa. Perdi o fôlego com essa sequencia, complementada pelas suas sempres esclarecedoras colocações.

É incrível a sensação que o universo provoca. Não sei uma misto de admiração com medo. Olhar para o céu a noite ou ver imagens como essas me deixam inquieto...Não só a mim, é claro.

vanessa disse...

Exatamente!
Concordo com o Dani
Realmente nos causa admiração, medo, curiosidade, estonteamento...
É a dita da VERTIGEM
E o mais engraçado, parece bobagem, mas me causou um certo "Ó" de espanto...Tem fotos que parecem terem sido tiradas em Natal(dunas) ou mesmo no quintal de casa...

De onde você vem?