23 de setembro de 2007

A culpa é do Nelsinho

Nelsinho: Tem culpa eu?


Tudo bem, a situação não era das melhores. Ontem, fui a Itu me misturar à maioria pontepretana presente no Novelli Júnior. A idéia era incentivar a querida macaquinha a chegar mais perto do grupo de acesso à série A, mas o que vi foi um futebol tenebroso, apavorante. Não fosse pelos seguidos milagres de Denis, o guarda-metas mais bestial do interior, e a Ponte sairia com mais uma derrota como visitante - dessa vez perdendo para o lanterninha. A torcida se revoltou e, como sempre, pediu a cabeça do treinador. Hoje, foi atendida. Devem estar soltando rojões com a saída do Nelsinho.

O que é inconcebível é que uma diretoria de um clube que se vê no direito de voltar à elite do futebol brasileiro aja como sua torcida, de maneira imediatista. Demitiram o Nelsinho, mas pra contratar quem? Minhas fichas vão para a contratação de Marco Aurélio Podreira, ou Moreira, como preferir. A Ponte deseja subir, mas Marco Aurélio é técnico pra não cair. Com ele, até o Brasil de 70 jogaria com quatro volantes.

Torcida de futebol, nem precisaria dizer, é o ser mais imediatista que existe. Chegou a Itu em paz com o time, mas o clima festivo não durou até o intervalo. Passou boa parte do segundo tempo azucrinando a maioria dos jogadores (com razão) e o treinador (não sem alguns bons motivos). Quando a derrota aparecia clara no horizonte, iniciou-se uma briga no meio da própria autoproclamada "nação pontepretana". E quando a muvuca - que quase sobrou pra quem não tinha nada com a história - instalava-se incontrolável no setor de visitantes, eis que a sorte sorriu a Alex Terra, sempre ele. De pronto, irromperam os gritos de guerra e de amor ao time. Reclamavam do árbitro, novamente, que anulou erradamente um gol legítimo de Simplício. E tentavam de novo criar uma briga, agora todos unidos, todos irmãos, contra a minúscula e apavorada torcida do Ituano.

Mas o jogo acabou, mais um empate, e os protestos foram murchos, daqueles que se comenta com o ilustre desconhecido que sentou ao seu lado e, como você, como todos, esconjurou as substituições de Nelsinho. Era a hora de apontar um culpado.

Nelsinho é um ótimo técnico. Apareceu numa campanha inacreditável do Novorizontino, que foi vice-campeão paulista em 90. Logo depois, levou o Corinthians ao seu primeiro título nacional. Pela Ponte, montou o melhor time que pisou no Majestoso nos últimos 25 anos. A Ponte de 2000/2001 era uma verdadeira pedreira, acredite se quiser. Merecia melhor sorte nos mata-matas que disputou e não foi campeã, como sempre. Nesta nova passagem por aqui, Nelsinho montou um time coeso e razoavelmente competitivo. Tinha poucos bons jogadores na mão e, no decorrer do ano, viu os dois melhores irem embora para o Corinthians. Depois da saída de Héverton, em especial, o time desabou. Para substituí-lo, contrataram Chumbinho. Que se mostrou um verdadeiro chumbo grosso, pesado mesmo.

Realmente, a culpa é do Nelsinho.

7 comentários:

Sasqua disse...

É como eu sempre digo, Sherpa. Corinthians e Ponte no Majestoso cada vez mais próximo.

Cara, sou capaz de apostar uma caixa de cerveja que o Nelsinho vai parar no Corinthians....

Danilo Albergaria disse...

Você falando agora não soou muito absurdo, não. Eu também acho que pode dar nisso. Mais um da Ponte pra afundar o Corinthians, ahahahahahaha.

Sasqua disse...

"Com a saída do treinador – era especulado que ele ficaria até o dia 9 de outubro, quando acontecem as eleições presidenciais –, a diretoria acelera a busca de um novo comandante para o time, já para a partida contra o Sport, neste sábado, no estádio do Pacaembu. O nome mais forte é o de Nelsinho Baptista, demitido da Ponte Preta neste domingo."

Que previsível. Acabei de pegar no Ultimo Segundo, do portal IG.

Se isso se confirmar, segundona estamos aí.

Danilo Albergaria disse...

Calma lá, pô. O Nelsinho é um bom técnico.

Éleéfe disse...

Esse pessoal da Ponte é sem noção mesmo... Não deviam ter feito isso, pois não há ninguém da categoria dele disponível pelo valor que ganhava.

danikosh disse...

Liberate vos segundum divisium.

Saulo disse...

Pior que cagar no chão é espalhar a merda...

De onde você vem?