15 de maio de 2008

Brother ET

Deu no Estadão, ontem:


Acreditar na existência de vida fora da Terra não contradiz a fé em
Deus, afirmou o chefe do Observatório Astronômico do Vaticano, o padre jesuíta
José Gabriel Funes, em entrevista publicada ontem no jornal L'Osservatore
Romano.


A vastidão do universo - com centenas de bilhões de galáxias e trilhões
de estrelas - indica que pode haver formas de vida extraterrestre, até mesmo
vida inteligente, disse o jesuíta.


Na entrevista intitulada 'O extraterrestre é meu irmão', Funes
questiona como podemos garantir que a vida não tenha se desenvolvido em outros
lugares. Diz também que 'assim como há uma multiplicidade de criaturas na Terra,
pode haver, lá fora, outros seres criados por Deus'.


'Isso não contradiz nossa fé, pois não impomos limites para a liberdade
de criação divina', afirmou Funes.


É uma pena que tal postura tenha vindo tão tarde, não é mesmo Giordano Bruno?

Brincadeira à parte, é ótimo que essas coisas ganhem publicidade. Ajuda a desmontar visões monocromáticas sobre a Igreja Católica e sua história, que é riquíssima.

2 comentários:

Désir La Vie disse...

Que lindo!

Mas ainda me engasgo com qualquer tipo de religioso.

Ah, mesmo considerando todas as possíveis criaturas, somente o homem é "imagem e semelhança de deus". Não é isso que eles dizem sempre?

Sasqua disse...

Preciso te passar um texto do Gould sobre a busca por vida extra-terrestre!

A cada grande revolução científica o homem é colocado um degrau abaixo no patamar em que imagina se encontrar...E ainda somos arrogantes o suficiente para crer que o único desenvolvimento possível da vida simples (bactérias, por exemplo) para formas mais complexas é a nossa própria...

De onde você vem?